O Aniversário da Girafa Rafa



Na floresta, o sol nem bem tinha nascido e já se via movimentação na casa da Girafa Rafa. Ela se acordou cedo, é seu aniversário, ainda na cama, se virou e olhou por debaixo dela, procurando alguma coisa como se fosse Páscoa, mas não encontrou nada, saiu correndo e foi até a lareira procurando algo como se fosse Natal,  também não viu nada.
Começou a ficar preocupada, e logo disse a si mesma:
- Nenhum presente... nada. . . se esqueceram de mim.
Ainda não acreditando que uma data tão importante tinha sido esquecida por seus amigos, saiu de casa e foi ao encontro deles para verificar se haviam mesmo esquecido do seu aniversário ou se havia outro motivo para ninguém se lembrar dela.
Enquanto caminhava dizia a si mesma:
- Puxa! não acredito que ninguém tenha lembrado do meu aniversário ! O compadre Tatu é tão meu amigo, e o compadre Rino o rinoceronte, é meio cego mas não desmemoriado, o compadre Caco o macaco, dá um dedo por uma festa, não acredito que tenha ocorrido um apagão de memória na floresta.
Quanto mais entrava floresta a dentro, mais apavorada ficava. Parecia feriado na floresta, não tinha bicho em galho algum, nem na água, nem no chão, em lugar nenhum.
- Que terá acontecido? se perguntou a Girafa Rafa.
Quinze léguas depois, encontrou o compadre Cruz, o avestruz,com quem foi falar.
- Compadre Cruz avestruz ! O que está acontecendo na floresta? Não tem bicho nenhum a léguas de distância, logo hoje que é meu aniversário.
- É triste isso, não é? respondeu o compadre Cruz, o avestruz.
- Puxa ! Se é, estou tão triste que nem sei o que fazer. falou a girafa Rafa.
- Pois eu sei - disse o compadre Cruz o avestruz.
- Diga, diga. . . disse ansiosa a girafa Rafa.
- Eu quando estou triste, enfio minha cabeça no primeiro buraco que encontro e só saio de lá quando minha tristeza passa. disse o compadre Cruz o avestruz.
- E funciona ? perguntou a girafa Rafa.
- Ô . . . disse o compadre Cruz o avestruz.
 A girafa Rafa não teve dúvida e se abaixando enfiou a cabeça no primeiro buraco que encontrou, quando abriu os olhos dentro do buraco viu uma luz como uma vela e ouviu gritos de muitos bichos todos ao mesmo tempo:
- Surpresa ! Parabéns pra você, nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida ! Viva a girafa Rafa !!! gritaram todos os animais da floresta que estavam dentro do buraco do compadre Tatu.
A festa foi animadíssima, estavam lá, todos os animais da floresta. O compadre Edu o tatu, lhe deu de presente dois pares de sapatos altos para que a girafa Rafa pudesse comer as folhas mais altas da floresta.
O compadre Rino o rinoceronte, lhe deu de presente um colchão, dizendo que era um travesseiro mais comprido do que largo, para que ao dormir pudesse repousar mais confortavelmente seu grande pescoço.
- Que improvisação. . . sussurrou Cruz o avestruz, que também havia enfiado sua cabeça na toca do tatu.
O compadre Caco o macaco, deu-lhe cinquenta e três colares para embelezar seu enorme pescoço.
Já a comadre Eda a zebra, deu-lhe um casaco listrado de preto e branco, para que a girafa Rafa mudasse seu visual. - Afinal visual laranja com manchas marrons está fora de moda.
A festa foi incrível, a girafa Rafa só tirou a cabeça da toca do compadre Edu, o tatu, quando a festa acabou.
- Como é bom ter amigos ! exclamou a girafa Rafa.
Enfim ninguém se esqueceu do dia mais importante da floresta.


Esta história eu criei agora nas férias.
Sabrina

5 comentários:

Dani disse...

Bibi linda, ADOREI a historia da girafa Rafa. Muito criativa! Parabéns!

Candi Doces disse...

Filhota,

essa tua história de festa surpresa me lembrou do teu aniver de 8 anos, lembra que a mamãe convidou todo mundo sem você saber? Uma festa assim de surpresa é muito legal,né?!
Estou amando tuas produções textuais.

Beijinhos mamãe

Nekkita disse...

Olá Sabrina gostei muito da tua história eu também gosto de criar. Tenho uma empresa de animação de festas e gostava muito de utilizar a tua história para contar nas festas dos meninos. http://www.wix.com/inesmendes92/zombezisses#!

Nekkita disse...

Olá novamente Sabrina, sou de Portugal. Bem, como já te tinha dito tenho uma empresa de animação de festas. E gostava de utilizar a tua história para contar nas festas de aniversário utilizando fantoches.

beijinhos Inês

Luara Kerlen disse...

Que incrível!! Você escreve muito bem, Bibi!! Parabéns!!!

Postar um comentário